10 DICAS IMPORTANTES PARA O NEGOCIADOR QUE QUER RESPOSTAS

 

1. Prepare perguntas com antecedência.

 Verifique se você elaborou uma série de perguntas as quais você precisa obter respostas, para ajudá-lo a entender a posição do outro lado.

2. Lixo para dentro, lixo para fora.

Pense em como você vai formular as frases e fazer suas perguntas. Seu palavreado e tom de voz podem desempenhar um papel importante nas respostas que você receber.

3. Seja específico

Se você perguntar perguntas genéricas ou superficiais  elas podem simplesmente ser ignoradas. Certifique-se de que você oferece, à pessoa que você está perguntando, tempo suficiente para responder. Isso inclui  tempo de reflexão antes de responder, então não basta interpretar uma pausa como "Nenhum comentário" e continuar.

4. Obter uma resposta.

Pense como um inquisidor. Muito pouco valor é obtido a partir da pergunta da própria questão. O valor está na resposta.

5. Por que eles estão evitando responder?

É porque eles não entenderam a pergunta, eles não querem responder ou eles têm algo a esconder.

6. Não faça perguntas que lhe dão respostas que você não quer ouvir.

Por exemplo: "É a sua oferta final"?  A resposta a essa pergunta, em muitos casos, você não vai gostar.

7. Use perguntas de sondagem para verificar novamente assuntos que não ficaram claros.

Isso pode ajudar a evitar qualquer mal-entendido que possa surgir mais tarde.

8. Você pode acalmar um cliente irritado usando perguntas para obter mais detalhes sobre sua queixa.

Isso pode afastá-lo de suas emoções negativas e ajudá-lo a identificar uma pequena coisa que você pode fazer para que ele sinta que ganhou algo.

9. Ofereça a escolha entre duas opções, as quais você ficaria feliz com.

"Qual você prefere  A ou B". A maioria das pessoas irá decidir entre as suas duas preferências.

10. O questionamento habilidoso precisa ser acompanhado por uma escuta cuidadosa.

É crucial entender o que as pessoas realmente querem dizer com suas respostas.

Blog Recente

One Way Ticket

Much of the behaviour in the House of Commons this week and last will be viewed by historians as insane, confused, unprecedented and outrageous. But for me, the most bizarre was a short statement last Tuesday afternoon from Sir Desmond Swayne, Conservative MP for New Forest West. When called by the Speaker he stood up and asked the Prime Minister the following question:

Scotwork Brasil
Rua das Maitacas, 130 - Faz. Vila Real
Itu / SP
13.312-380
Brasil
+55 11 35284570
info.br@scotwork.com